• ONU News

Não temos tempo a perder, precisamos agir pensando na geração futura

Como parte dos esforços de ação climática da ONU, o Grupo de Especialistas Net-Zero do secretário-geral se reuniu pela primeira vez nesta semana.



Eles têm a missão de desenvolver padrões mais fortes e claros para compromissos de emissões líquidas zero por entidades não-estatais, como empresas, investidores, cidades e regiões, e acelerar sua implementação.


Aquecimento global


Guterres afirma que o caminho é claro: diminuir as emissões globais em 45% até 2030. Para ele, não há exagero na urgência em reforçar a mensagem e que as ações devem começar “ontem”.


O secretário-geral disse os setores estão usando a guerra na Ucrânia “cinicamente” para reforçarem seus interesses em manter as altas emissões de carbono provenientes de combustíveis fósseis.


Ele notou que as barreiras financeiras e técnicas à implantação de energia renovável estão prejudicando muitos países em desenvolvimento.


E acrescentou que o mundo está numa “corrida contra o tempo” e que não há espaço para “movimentos falsos ou qualquer forma de greenwashing”.


Déficit de credibilidade


O secretário-geral lembrou que criou o grupo devido a um “déficit de credibilidade e um excesso de confusão” sobre reduções de emissões e metas líquidas zero.


Ele afirma que é necessário garantir que os compromissos de zerar as emissões sejam ambiciosos e confiáveis e estejam alinhados com altos padrões de integridade e transparência ambiental.


Para Guterres, a melhor proteção contra “interesses especiais” será a total transparência de suas consultas e processos.


Tarefas do grupo


O Grupo de Especialistas, composto por 18 membros se reunirá pessoalmente em maio, com a presença de António Guterres. A única integrante de língua portuguesa é a ativista de Moçambique, Graça Machel.


A principal tarefa dos especialistas é fazer recomendações que promovam ações climáticas ambiciosas e integridade ambiental, abordando quatro áreas específicas.



A perda das camadas de gelo acelera o aquecimento global


É esperado do grupo a definição de padrões para o estabelecimento de metas líquidas zero e critérios de credibilidade para avaliar os objetivos, para que seja possível mensurar e reportar as entregas.


Os especialistas também devem trabalhar no estabelecimento de processos para verificação e contabilização do progresso em direção a compromissos líquidos zero e planos de descarbonização relatados.


Por fim, eles devem criar um roteiro para traduzir padrões e critérios em regulamentos de nível internacional e nacional.